Espaços Culturais - Conheça Diversos Lugares Através Do Tour Virtual
Espaços Culturais - Conheça Diversos Lugares Através Do Tour Virtual
Espaços Culturais - Conheça Diversos Lugares Através Do Tour Virtual
Espaços Culturais - Conheça Diversos Lugares Através Do Tour Virtual

Descubra as Pirâmides do Egito

pirâmides do egito

Necrópole de Gizé (em árabe: جيزة يسروبوليس), também chamada de Pirâmides de Gizé, Guizé ou Guisa, é um sítio arqueológico localizado no planalto de Gizé, nos arredores do Cairo, Egito. Este complexo de monumentos antigos inclui os três complexos de pirâmides conhecidas como as Grandes Pirâmides, a escultura maciça conhecida como a Grande Esfinge, vários cemitérios, uma vila operária e um complexo industrial. A palavra pirâmide não provém da língua egípcia. Formou-se a partir do grego “pyra” (que quer dizer fogo, luz, símbolo) e “midos” (que significa medidas).

A necrópole está localizada a cerca de 9 km do interior do deserto para a cidade velha de Gizé, no Nilo, e cerca de 25 km a sudoeste do centro da cidade do Cairo, no local da antiga cidade egípcia de Mênfis. As pirâmides, que sempre tiveram grande importância como emblemas do antigo Egito no imaginário ocidental, foram popularizadas nos tempos helenísticos, quando a Grande Pirâmide foi listada por Antípatro de Sídon como uma das Sete Maravilhas do Mundo. É, de longe, a mais antiga das maravilhas do mundo antigo e a única que ainda existe.

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Explore a maravilha da necrópole de Saqqara

Espaços Culturais - Conheça Diversos Lugares Através Do Tour Virtual

 

Sacará ou Sacara (em árabe: سقارة; romaniz.: Saqqara) é um sítio arqueológico do Egito, que funcionou como necrópole da antiga cidade de Mênfis, uma das várias capitais que o Antigo Egito conheceu ao longo da sua história. Situa-se a cerca de trinta quilómetros a sul da moderna cidade do Cairo, apresentando uma área com mais de seis quilómetros de comprimento e um quilómetro e meio de largura. No local encontram-se estruturas funerárias de um período que se estende desde 3 000 a.C. até 950 d.C..

 

Conheça uma das Tumbas do Antigo Reino em Saqqara – a Tumba Wahty – que data da Quinta Dinastia do antigo Egito em meados do século 24 AC. A tumba foi escavada nas rochas próximas às Catacumbas de Animais Sagrados. Em seguida, transporte-se para a Tumba Mehu, também a partir da tumba do Reino Antigo, e uma das tumbas mais completas da região. 

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito, Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito, Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Visite a Linda Catedral de São Paulo localizada em Melbourne

Espaços Culturais - Conheça Diversos Lugares Através Do Tour Virtual

A Catedral de São Paulo é uma catedral anglicana em Melbourne , Austrália. É a igreja catedral da Diocese de Melbourne e a residência do Arcebispo de Melbourne , que também é o arcebispo metropolitano da Província de Victoria e, desde 28 de junho de 2014, a atual residência do Primaz da Austrália .

A catedral foi projetada pelo arquiteto neogótico inglês William Butterfield e concluída em 1891, exceto pelas torres que foram construídas com um design diferente de 1926 a 1932. É um dos principais marcos arquitetônicos de Melbourne .

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito, espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito, espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Conheça o Museu Ford Piquette Avenue Plant

Espaços Culturais - Conheça Diversos Lugares Através Do Tour Virtual

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

A Ford Piquette Avenue Plant é uma corporação sem fins lucrativos dedicada à preservação do local de nascimento do Modelo T e à interpretação e celebração da herança automotiva e do espírito de inovação de Detroit.

O Model-T Automotive Heritage Complex, Inc., Ford Piquette Avenue Plant, foi organizado em 2000 como uma organização sem fins lucrativos com o objetivo de preservar a fábrica e evitar que fosse demolida . Aberta o ano todo como um museu e centro educacional, a fábrica agora atrai visitantes de todo o mundo. 

Como o local de nascimento do carro Ford Modelo T, a Ford Piquette Avenue Plant é reconhecida como um dos locais de patrimônio automotivo mais significativos do mundo.

Construído: 1904 na Piquette Avenue e na Milwaukee Junction Rail Line
Arquiteto: Field, Hinchman & Smith, Detroit, Michigan
Estilo arquitetônico: um edifício de tijolos de estilo vitoriano tardio, modelado a partir das fábricas têxteis da Nova Inglaterra, com coluna de madeira e moldura
Tamanho: 102 metros de comprimento, 56 metros de largura e três andares de altura
Casa de força: um prédio separado, 36 pés x 57 pés
Recursos de supressão de incêndio: Dividido em quatro seções por três firewalls com portas corta-fogo, cada seção possui saídas de incêndio. Um tanque de água de 25.000 galões no telhado alimentava um sistema automático de sprinklers, tornando-o um dos primeiros edifícios na América com um sistema de supressão de incêndio
Custo: O conselho aprovou $ 76.500 para construção em abril de 1904

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Descubra o Museu de Arte e História de Saint Léger

espaços culturais

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

DESCUBRA O MUSEU DE ARTE E HISTÓRIA DE SAINT-LEGER

Passeie pelas coleções permanentes (arqueologia, belas artes, história local, coleções lapidares) Exposição La Rose et la tempête (dedicada à restauração da rosa da catedral) na igreja de Saint-Léger, a oportunidade única de descobrir os desafios do projeto de restauração de rosas.

Criado em 1857, o Museu de Arte e História de Soissons está instalado desde 1933 nos edifícios da antiga abadia de Saint-Léger. Esta abadia leva o nome de um bispo de Autun, Léger, martirizado no século VII. Fundada em 1139, a abadia segue uma comunidade de cônegos seculares cuja menção mais antiga data de 1070, mas sua criação pode remontar à Alta Idade Média.

A abadia prosperou no século 12 e sua reconstrução, de acordo com os códigos da estética gótica, começou em 1200. A Guerra dos Cem Anos foi um golpe fatal; a abadia não tem mais meios para manter os edifícios. A ocupação da cidade pelos protestantes em 1567-1568 levou à ruína da igreja e do convento. Anexada em 1660 à Congregação da França, a abadia está a recuperar e reconstruir os edifícios conventuais que albergam serviços municipais (biblioteca e museus) desde o século XX.

No final do Antigo Regime, que havia caído em um torpor sombrio, foi vendida em 1791 a um negociante de vinhos e ocupada para diversos fins até o Segundo Império. O bispo de Carsignies instala ali o seminário menor e realiza uma restauração (pinturas das abóbadas da cripta gótica). Listado em 1886, o prédio foi testado pelos bombardeios da Primeira Guerra Mundial. O arquiteto Emile Brunet e seus sucessores reabilitam o edifício ao mesmo tempo que trabalham na catedral.

Entre as duas guerras, procurou-se reinstalar o acervo municipal da antiga abadia de Saint-Léger, libertada do Petit Séminaire em 1906. O museu de arte e história foi inaugurado em 1933 nos espaços conventuais do século XIX. A visita do local articula-se entre os antigos edifícios conventuais, o claustro, a cripta românica e a sua abóbada gótica, a antiga igreja da abadia e, a pedido, a casa capitular. O público é convidado a descobrir as coleções arqueológicas ao longo de uma rota que remonta a mais de 5.000 anos de história no vale de Aisne (desde os primeiros caçadores-coletores do Neolítico até o ano 486 DC, data do batalha de Soissons opondo Syagrius a Clovis).

Explore o Museu Nacional dos Coches

espaços culturais

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito, espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito, Espaços culturais, espaço cultural 360, tour virtual museum, visita virtual casa de frida kahlo, tour egito

A 23 de maio de 1905 foi inaugurado em Lisboa o «Museu dos Coches Reaes» iniciativa da rainha D. Amélia d’Orleães e Bragança, princesa de França e casada em 1886 com o futuro rei de Portugal D. Carlos I.

O local escolhido para instalar o primeiro museu de coches do mundo foi o salão do antigo Picadeiro Real, construído pelo arquiteto italiano Giacomo Azzolini em 1726, adaptado para o efeito pelo arquiteto da Corte, Rosendo Carvalheira com a colaboração dos pintores José Malhoa e Conceição e Silva que em conjunto conseguiram uma harmonia quase perfeita entre o espaço e a exposição das viaturas de gala.

O sucesso foi grande mas logo de início a falta de espaço fez-se sentir e é a própria rainha que em 1906 encomenda um novo projeto para ampliar o museu e poder expor as restantes viaturas da Casa Real guardadas nas cocheiras de diversos palácios.

Após a implantação da República a 5 de outubro de 1910, a coleção do museu aumenta com a chegada de um conjunto de coches e berlindas da extinta Casa Real como ainda com viaturas provenientes dos bens da igreja.

Em 1911 o museu passa a designar-se Museu Nacional dos Coches.

Em 1944 é inaugurado um novo salão projetado pelo arquiteto Raul Lino, que veio permitir expor mais viaturas mas ainda não a totalidade da coleção, uma vez que a falta de espaço continuou a fazer-se sentir.

Em memória do excelente trabalho de proteção e divulgação deste património hipomóvel, iniciado pela rainha D. Amélia, permanece no espaço do Antigo Picadeiro, um núcleo expositivo visitável com coches e berlindas, a galeria de pintura da família real, assim como um conjunto de acessórios de cavalaria.

Share This
WhatsApp chat